PUB
PUB
vós e o senhor / a senhora / você [Pronomes]

No singular, como alternativa a o Senhor/a Senhora/você, pode usar-se vós para se dirigir a alguém formalmente, da mesma maneira em que se emprega vous no francês? Tenho dúvidas se o uso de você seja formal?
J Silva (Canadá)

O pronome pessoal vós corresponde gramaticalmente à segunda pessoa do plural, a quem o falante se dirige. Este interlocutor pode corresponder a um grupo de pessoas ou apenas a uma pessoa, quanto se trata de um plural majestático (que exprime uma atitude de respeito para com o interlocutor). Este pronome está actualmente restrito a certos registos dialectais (no Norte de Portugal, por exemplo), litúrgicos ou extraordinariamente formais, não podendo por isso comparar-se ao pronome francês vous quanto ao uso.

No português europeu, o pronome você, quando está explícito numa frase (ex.: você enganou-se), é usado a nível familiar ou informal para pessoas que não se tratam por tu (por exemplo, entre vizinhos ou colegas de trabalho), mas em que há de alguma maneira uma relação de igualdade, ou numa relação de um superior para um inferior. Num tratamento formal ou de um inferior para um superior, o pronome você é evitado (em alguns casos pode ser considerado desrespeitoso, mesmo se utilizado por desconhecimento do tipo de tratamento devido), sendo preferidas formas em que o pronome é omitido (ex.: desculpe, enganou-se), ou em que são usadas outras expressões de tratamento, como o senhor/a senhora (ex.: o senhor enganou-se) ou expressões que identificam a função ou dignidade do interlocutor (o professor enganou-se; o presidente enganou-se; o senhor doutor enganou-se).

Ver também: vós e vocês; você; vos; tu, vós ou você

Helena Figueira, 01/02/2006

Notas:

  1. As respostas são datadas e escritas segundo a ortografia da norma europeia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990.
  2. A base do dicionário foi alterada a 1 de Abril de 2009, pelo que as referências em dúvidas anteriores a esta data podem não corresponder ao conteúdo actual. As respostas sobre questões ortográficas são maioritariamente baseadas na norma ortográfica portuguesa de 1945, contendo as respostas mais recentes indicações sobre a ortografia antes e depois do Acordo Ortográfico de 1990.
  3. A bibliografia utilizada está disponível aqui.