PUB
PUB
pronúncia de vacina [Fonética e Fonologia]

É correcto pronunciar-se vacina com o 'a' aberto? (vàcina)?
João Carvalho (Portugal)

O substantivo vacina é uma palavra grave, isto é, com acento de intensidade na penúltima sílaba (vacina). No português europeu, como regra geral (com muitas excepções), as vogais que não pertencem a uma sílaba tónica são elevadas. Por exemplo, no caso da vogal o nas palavras carro e carrinho, o som á [vogal mais baixa] da palavra carro (com acento tónico em ca) passa a pronunciar-se â [vogal mais alta] em carrinho, pois a sílaba tónica passou a ser a penúltima (carrinho).

Por esta ordem de ideias, o mais natural é que o primeiro a de vacina seja pronunciado como vogal central semifechada (a mesma que se pode encontrar em cama) e não como vogal central aberta (a que se pode encontrar em pá).

Se consultarmos dicionários com transcrição fonética, verificamos que as duas vogais a da palavra vacina são invariavelmente transcritas da mesma forma: v[ɐ]cin[ɐ], com a vogal central semifechada (â) representada pelo símbolo [ɐ], do alfabeto fonético internacional.

Ver também: pronúncia de Carina e Marina

Helena Figueira, 27/10/2006

Notas:

  1. As respostas são datadas e escritas segundo a ortografia da norma europeia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990.
  2. A base do dicionário foi alterada a 1 de Abril de 2009, pelo que as referências em dúvidas anteriores a esta data podem não corresponder ao conteúdo actual. As respostas sobre questões ortográficas são maioritariamente baseadas na norma ortográfica portuguesa de 1945, contendo as respostas mais recentes indicações sobre a ortografia antes e depois do Acordo Ortográfico de 1990.
  3. A bibliografia utilizada está disponível aqui.