PUB
PUB
multi- [Ortografia / Hífen / Composição]

Na vossa página não compreendo a justificação para a resposta à dúvida 540: que se escreve multirriscos e não multi-riscos. Segundo o meu prontuário ortográfico, de 1990, os prefixos terminados em i são sempre separados com um hífen dos termos que começam por h, i, r e s . O prefixo multi- não é expressamente referido no prontuário. Qual a razão para nesse caso não se usar o hífen como nos demais referidos?
André Zúquete (Portugal)

Segundo o Acordo Ortográfico de 1945, os prefixos anti-, arqui- e semi- são separados por hífen do elemento posterior quando este se inicia pelas letras h, i, r e s. Por tradição lexicográfica, e contrariando o estipulado para os elementos terminados em i referidos no Acordo de 45, os prefixos bi-, maxi-, mini-, multi-, pluri- e uni- aglutinam-se sempre ao elemento que lhes sucede. Quando a palavra à qual se ligam começa por r ou s, dá-se a duplicação destas letras (ex.: bissexual, multirracial, plurissecular, unissexuado).

Segundo o Acordo Ortográfico de 1990, só se emprega o hífen após o prefixo multi- se o elemento posterior for iniciado por i ou h (ex.: multi-instalação, multi-hora).

Em ambos os casos (com ou sem a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990), a palavra multirriscos deverá ser escrita sem hífen, com a duplicação da consoante r.

Pedro Mendes, 23/09/2004

Notas:

  1. As respostas são datadas e escritas segundo a ortografia da norma europeia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990.
  2. A base do dicionário foi alterada a 1 de Abril de 2009, pelo que as referências em dúvidas anteriores a esta data podem não corresponder ao conteúdo actual. As respostas sobre questões ortográficas são maioritariamente baseadas na norma ortográfica portuguesa de 1945, contendo as respostas mais recentes indicações sobre a ortografia antes e depois do Acordo Ortográfico de 1990.
  3. A bibliografia utilizada está disponível aqui.